Hipertensão arterial e suas principais complicações









Pressão arterial alta (hipertensão arterial) geralmente não apresenta sinais ou sintomas clínicos, mas com o tempo pode promover lesões no coração, vasos sanguíneos, rins, cérebro e outras partes do seu corpo.

As consequências da hipertensão não controlada incluem:

Acidente Vascular Cerebral (AVC): também conhecido como derrame, o risco de ter um AVC aumenta de 4 a 6 vezes com a hipertensão, enfraquecendo as artérias do cérebro (que podem romper ou ocluir). 77% das pessoas que tiveram um primeiro AVC sofrem de hipertensão arterial.

Ataque cardíaco: Os danos causados nas artérias por consequência da hipertensão podem levar a aterosclerose, que por sua vez pode resultar em oclusões das mesmas. 69% das pessoas que tiveram um primeiro ataque cardíaco sofrem de hipertensão arterial.

Insuficiência cardíaca: a elevada pressão arterial cria condições para que haja estreitamento das artérias, aumentando o trabalho do coração, fazendo com que o mesmo engrosse suas paredes e se dilate. Ao longo do tempo o aumento do coração pode causar redução no fornecimento de fluxo de sangue para o corpo. 75% das pessoas que possuem insuficiência cardíaca congestiva sofrem de hipertensão.

Insuficiência renal: Os rins recebem um alto volume de sangue através dos densos vasos sanguíneos e a hipertensão descontrolada pode causar uma limitação nessas artérias. A consequência é o seu enfraquecimento ou endurecimento, de modo que os rins acabam perdendo sua capacidade de filtrar ou regular a quantidade de fluídos, hormônios, ácidos e sais no sangue. À medida que mais artérias ficam comprometidas os rins eventualmente falham. Hipertensão arterial é a segunda maior causa de insuficiência renal.

Perda de visão: A elevada pressão arterial alta pode causar sangramento nos vasos sanguíneos oculares. O nervo ótico pode inchar, reduzindo a acuidade da visão. A única maneira de tratar a retinopatia hipertensiva (lesão vascular da retina) é controlando a pressão arterial. Danos causados por hipertensão são cumulativos, portanto quanto mais tempo o individuo passa sem tratamento, maior será a probabilidade de danos permanentes.



Fonte: Health after 50
Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Tenho indicações para você apofundar seus estudos em Cardiologia. Espia só:
  • Sistema Cardiovascular: anatomia e fisiologia
  • Curso de Eletrocardiograma Básico
  • Drive Virtual de Fisioterapia na Cardiologia
  • Curso Online de Fisioterapia Aplicada à Cardiologia


  • Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.