Saiba mais sobre o Ecocardiograma?









Ecocardiograma é um método diagnóstico que utiliza um princípio semelhante ao do ultrassom. É muito usado para a detecção de alterações estruturais ou funcionais do coração, pois fornece informações sobre a anatomia e a morfologia do órgão. Permite avaliar as medidas e a mobilidade das válvulas cardíacas e das paredes das diferentes cavidades do coração, além de características do fluxo sanguíneo.

Por que fazer o exame?

Determinados resultados do ecocardiograma podem sugerir uma doença em fase inicial ou até congênita que não tenha se expressado até aquele momento. Um dos principais objetivos do exame é determinar se existem alterações estruturais no coração como hipertrofia (aumento do músculo cardíaco), por exemplo.

Como é realizado?

O paciente fica deitado de barriga para cima, inclinado sobre o lado esquerdo. É aplicado um gel no tórax para facilitar a condutividade das ondas sonoras. O técnico também coloca sobre o peito do paciente um pequeno dispositivo semelhante a um microfone, denominado transdutor, que será responsável por captar o retorno dos sons e ajudar a formar as imagens do músculo cardíaco. O exame dura em torno de 20 minutos.

Existe algum tipo de preparo específico?

Para adultos, não.

Para crianças, recomenda-se jejum de 4 a 6 horas. No caso de crianças pequenas, pode-se recorrer à sedação para evitar que ela fique agitada e atrapalhe a captação das estruturas cardíacas. - See more at: http://www.coracaoalerta.com.br/noticias/ecocardiograma/#sthash.bQZzjaZO.dpuf
Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Tenho indicações para você apofundar seus estudos em Cardiologia. Espia só:
  • Sistema Cardiovascular: anatomia e fisiologia
  • Curso de Eletrocardiograma Básico
  • Drive Virtual de Fisioterapia na Cardiologia
  • Curso Online de Fisioterapia Aplicada à Cardiologia


  • Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.