Fisioterapia ajuda pacientes com risco de infarto









A fisioterapia é um ramo da ciência que traz benefícios para a nossa saúde. É ela quem recupera um paciente acidentado, com problemas de torção ou quebra de ossos, que necessitam ficar algum tempo engessados ou imobilizados para a recuperação. E quando estão prontos para retirar o gesso, a fisioterapia entra como uma outra recuperação. Agora, dos movimentos.

Essa é uma das funções mais conhecidas da fisioterapia. O que pouca gente sabe, no entanto, é que ela tem, inclusive, eficácia na prevenção do infarto. Ela pode verificar as condições de um paciente.

Existem algumas doenças e hábitos que são fatores de risco para o infarto: diabetes, sedentarismo, hipertensão, tabagismo, obesidade etc. Para combatê-los, as atividades físicas são uma saída. Mas antes de começar com exercícios, o ideal é fazer exames de saúde e fisioterápicos para conhecer suas condições.

Os exames são simples. Enquanto o paciente faz exercícios, os fisioterapeutas podem monitorar seus batimentos cardíacos e sua respiração, para que ele não ultrapasse seus limites. O profissional ficará de olho em qualquer sinal ou sintoma que possa prejudicar o paciente na hora dos exercícios físicos.


Quando iniciar um programa de exercícios, procure um médico para verificar suas condições físicas. Mas se você também buscar a ajuda de um fisioterapeuta, sua avaliação estará ainda mais completa
Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Tenho indicações para você apofundar seus estudos em Cardiologia. Espia só:
  • Sistema Cardiovascular: anatomia e fisiologia
  • Curso de Eletrocardiograma Básico
  • Drive Virtual de Fisioterapia na Cardiologia
  • Curso Online de Fisioterapia Aplicada à Cardiologia


  • Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.