Atividade física evita o derrame cerebral








Um estudo dos Estados Unidos aponta a importância da atividade física para evitar o infarto no coração e o derrame. Segundo pesquisas, a atividade física regular é fundamental para evitar risco de morte, principalmente durante a meia idade.

O estudo é otimista e garante que mesmo pessoas que nunca se exercitaram na vida podem obter essa proteção ainda durante a meia idade. O que a pesquisa americana recomenda é a prática de 30 minutos diários de atividade física de moderada intensidade. O que pode ser caminhada, desde que feita de forma vigorosa. O derrame cerebral está também relacionado com o fumo e a má alimentação.

Ele é causado pela deficiência do fluxo sanguíneo, decorrente da obstrução das artérias cerebrais por placas de gordura.

Em seguida, ocorre uma hemorragia que é ocasionada devido ao rompimento de vasos sanguíneos que podem ocorrer dentro do tecido cerebral ou dentro do espaço que circunda o cérebro.

Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Tenho indicações para você apofundar seus estudos em Cardiologia. Espia só:
  • Sistema Cardiovascular: anatomia e fisiologia
  • Curso de Eletrocardiograma Básico
  • Drive Virtual de Fisioterapia na Cardiologia
  • Curso Online de Fisioterapia Aplicada à Cardiologia


  • Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.