Indícios de hipertensão secundária


>




http://www.maceio.al.gov.br/wp-content/uploads/admin/imagem/2014/06/hipertensao-5279555a3def2.jpg

A Hipertensão Arterial ou pressão alta ocorre quando a pressão que o sangue exerce nas paredes das artérias para se movimentar é muito forte, fi cando acima dos valores considerados normais. Apesar de o valor normal de pressão arterial ser de 120x80 mmHg, considera-se que a pressão esteja alta apenas quando os valores forem superior a 140x90 mmHg.

Durante a avaliação de um paciente hipertenso, alguns achados da anamnese e do exame físico servem como indício de que causas secundárias podem estar presentes. Nestes casos, uma abordagem direcionada e criteriosa permite um correto diagnóstico, evitando os exames muitas vezes desnecessários e caros na investigação de hipertensão secundária.

 Indícios de hipertensão secundária

  • Início de hipertensão antes dos 30 anos ou após os 50 anos de idade
  • Hipertensão arterial refratária à terapia
  • Relatos de roncos frequentes, pausas respiratórias frequentes durante a noite e sonolência diurna
  • Aumento de creatinina sérica
  • Exame de urina anormal (proteinúria ou hematúria)
  • Uso de fármacos e drogas que podem elevar a pressão arterial
  • Fácies ou biótipo de doença que cursa com hipertensão: doença renal, hipertireoidismo, acromegalia, síndrome de Cushing
  • Presença de sopros abdominais
  • Assimetria de pulsos femorais
  • Hipopotassemia espontânea (< 3 mEq/L)
  • Tríade de feocromocitoma: palpitações, sudorese e cefaléia de aparecimento concomitante e em crises

 

Causas de Hipertensão Secundária

As principais causas de hipertensão secundária estão na Tabela 7.

  • Síndrome da apnéia obstrutiva do sono
  • Doença renal crônica
  • Hipertensão renovascular
  • Aldosteronismo primário
  • Coarctação da aorta
  • Síndrome de Cushing
  • Hipertensão induzida por drogas
  • Uropatia obstrutiva
  • Feocromocitoma
  • Doenças da tireóide ou paratireóide

Indícios de hipertensão secundária Indícios de hipertensão secundária Revisado by Faça Fisioterapia on 11:07 Nota: 5